EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA REGULARIZAÇÃO DE CADASTRO DOS ASSOCIADOS

Porto Alegre, 22 de abril de 2014.

O Diretório Central de Estudantes – DCE/UFRGS CONVOCA os estudantes de graduação da UFRGS regularmente matriculados no primeiro período letivo de 2014 e associados a esta entidade estudantil para regularização do cadastro no Fórum dos Alunos da UFRGS, a ser acessado através do link www.dceufrgs.org/forum, apatir da presente data até as 23h:59min do dia 04/05/2014. A verificação de situação cadastral pode ser feita no próprio fórum através do link: http://www.dceufrgs.org/cadastro.
Em caso de dificuldade, contate a administração do Fórum: admin@dceufrgs.org. Caso não seja possível regularizar o cadastramento através da internet, os estudantes poderão se regularizar indo até a sede da entidade, na Avenida João Pessoa, nº 41, 2º andar, ao lado da Casa do Estudante. O estudante deverá vir munido de seu documento de identidade e comprovante de matrícula.

Lembramos que o DCE/UFRGS não aceita registros manuais em seu fórum, os registros são feitos exclusivamente pelos administradores.

__________________________
Lucas Herbert Jones
Presidente do DCE/UFRGS
Gestão 2014 – DCE de Verdade

DCE cria Fórum dos Alunos da UFRGS

A baixa participação dos estudantes tem sido o maior problema do movimento estudantil da UFRGS nos últimos anos. Isso ocorre, em grande parte, por causa da dificuldade de se reunir um número significativo de estudantes para realizar um debate representativo, tendo em vista que os estudantes estão espalhados nos vários campi, os quais são distantes entre si.

A Diretoria Executiva do DCE trabalhou na elaboração de um sistema eletrônico capaz de viabilizar o debate entre um número significativo de estudante da UFRGS. Para isso criamos o Fórum do DCE usando a plataforma Invision Power Board, uma das melhores, mais seguras e mais avançadas plataformas de rede social do mundo.

O fórum DCE/UFRGS foi organizado em assuntos internos e externos, permitindo que os estudantes participem dos debates ou recebam apenas as informações do seu interesse. Os usuários foram divididos em cursos com fóruns privados, a fim de garantir a privacidade nas discutições internas de cada curso ou grupo. E o registro de usuários será feito apenas pelos administradores do fórum.

Ademais, vale destacar que esse fórum possui integração com as outras redes sociais (Facebook e Twitter). Para quem usa dispositivos moveis, este fórum possui Look & Feel para dispositivos móveis. Na lateral você encontrará a lista de “Tópicos recentes”, a qual mostra os últimos posts. Ressaltamos que esse é o melhor espaço para a realização de assembleias virtuais, tendo em vista sua segurança e o fato de ser auditável.

O DCE/UFRGS sempre foi vanguarda, por isso esperamos com esse fórum retomar o tempo perdido e trazer o DCE para a Era das redes sociais. Por fim, contamos com sua participação para nos ajudar a construir o presente fórum, o qual será o ambiente permanente de realização das assembleias virtuais dos estudantes da UFRGS.

O registro dos usuários será feito exclusivamente pelos administradores a cada semestre para manter atualizada a lista de associados ao DCE-UFRGS. O registro dos usuários de 2014-1 está sendo feito no momento. Até o dia 21/04 já deverão estar registrados os 30500 estudantes de graduação da UFRGS que estão receberão os dados de acesso por e-mail. Caso algum estudante não receba sua senha, ele pode solicitar uma nova senha pelo link: Recuperar Senha

O fórum pode ser acessado pelo link: http://www.dceufrgs.org/forum

Participe e ajude a construir o Diretório Central de Estudantes da melhor Universidade do Brasil!

DCE elabora proposta que garante direito discente à cópia de provas corrigidas

Um direito de todo estudante da UFRGS, segundo a Resolução 11/2013 do CEPE,  é a revisão de conceito:

Art. 51 – O discente poderá, através de requerimento fundamentado e dirigido à Chefia do Departamento pertinente, solicitar revisão de conceito parcial ou do conceito final que lhe for atribuído, até 3 (três) dias úteis contados a partir do dia seguinte à publicação pelo Departamento, divulgação pelo docente ou acesso à avaliação pelo discente.

Entretanto, para que possa requerer revisão de sua nota, o aluno deverá elaborar requerimento fundamentado. Desta forma, para que possa fundamentar suas razões e motivos pelos quais julga pertinente a revisão de conceito, o estudante deverá ter amplo acesso à sua prova.

Atualmente a UFRGS assegura ao corpo discente o direito de vista aos seus documentos avaliativos. Entretanto, acreditamos que isso é insuficiente, tendo em vista que o direito de vista não está regulamentado. A ausência de uma regulamentação que delimite claramente o exercício do direito pode gerar situações nas quais o pleno acesso à prova é prejudicado, inviabilizando a fundamentação do requerimento de revisão de conceito.  Hoje em dia o acesso aos documentos avaliativos obedece critérios subjetivos do professor, pois não há, na própria norma, regras específicas sobre o tema. São as práticas costumeiras que atualmente definem o acesso às provas. O resultado é que muitas vezes alguns professores fazem exigências arbitrárias, como tempo limitado para análise de prova, impossibilidade de consultar materiais de apoio, negação de cópia e vista apenas em sala reservada.

Desta forma, para criar uma regra clara que norteie o direito discente de vista à prova, impedindo eventuais abusos, elaboramos uma proposta que garantirá o direito à cópia da prova corrigida.

Redação Atual: Art. 44 – §4º – É assegurado ao discente vista aos documentos referentes a sua avaliação.

Redação Proposta: Art. 44 – §4º – É assegurado ao discente direito à cópia, impressa ou virtual, dos documentos referentes à sua avaliação, devendo a mesma ser fornecida em até 24 (vinte e quatro) horas após requerimento dirigido ao docente responsável pelo documento avaliativo.

Se aprovada, todo aluno da UFRGS poderá solicitar a cópia de sua prova corrigida, a qual deverá ser fornecida em até 24 horas, seja através de meio impresso ou virtual. Com a cópia de sua avaliação, o aluno poderá cuidadosamente avaliar o conceito a ele atribuído pelo professor e, em caso de discordância, poderá fundamentar de forma clara e precisa o requerimento de revisão do conceito.

A proposta do DCE de Verdade foi encaminhada para o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE). Antes de ir a plenário a proposta deverá passar pela Câmara de Graduação (CAMGRAD).

Caso tenha interesse em ler a proposta na íntegra, veja-a aqui: http://www.dcedeverdade.org/rd/?p=2946.

DCE de Verdade lança página exclusiva da representação discente

O movimento DCE de Verdade, eleito em novembro de 2013 para comandar o DCE da UFRGS, criou uma página exclusiva para tratar da representação discente da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Trata-se da página http://dcedeverdade.org/rd, nela os associados do DCE poderão acessar os pareceres mais importantes feitos pelos representantes discentes, informações e notícias dos temas em destaque nas câmaras e conselhos da administração superior.

Além disso, os estudantes poderão, através do site, saber os representantes discentes que compõem todos os órgãos da universidade, as principais propostas, além de uma página com redirecionamento para as principais resoluções e decisões da Universidade (que estarão disponíveis para download).

Nota sobre o reajuste da tarifa de ônibus

O Diretório Central de Estudantes da UFRGS vem a público afirmar sua contrariedade ao reajuste da tarifa de ônibus de Porto Alegre, o qual foi aprovado na última sexta-feira, antes mesmo que uma licitação pública fosse ao menos realizada. Com isso, a partir de hoje, segunda-feira, 07 de Abril de 2014, a passagem passará de 2,80 reais para 2,95 reais.

O Diretório Central de Estudantes da UFRGS se posiciona fortemente contra o aumento, pois entende que uma das principais demandas da população é um transporte rápido, eficiente, de qualidade e a um preço acessível às diferentes necessidades de seus usuários. Neste sentido, o DCE mobilizará os estudantes da Universidade contra o aumento das passagens de ônibus de Porto Alegre. Acreditamos que é um dever da entidade lutar, enquanto perdurar o modelo atual, por um serviço que seja prestado a contento da população.

O DCE tem ciência da experiência fracassada que foi a estatização do transporte urbano de Porto Alegre em 1989, período no qual o transporte completamente estatizado não conseguiu atender a população de forma eficiente, acarretando elevados prejuízos aos cofres públicos.

Por isso, acreditamos que é imperativo que os estudantes lutem por um novo modelo de gestão do transporte público, criado através de licitações abertas, permitindo uma maior competição, mais empresas, mais linhas, mais horários, renovação permanente da frota, prestações de contas sérias e capazes de informar os porto-alegrenses sobre o destino dado a seu dinheiro.

É fundamental que as entidades responsáveis busquem novos exemplos de sucesso. Poderíamos citar como prováveis soluções o uso de BRTs, tal como foi feito em Bogotá, o incentivo a novas formas de transporte, as quais poderiam diminuir a demanda por ônibus, especialmente através de aplicativos que facilitam caronas entre indivíduos próximos, ou ainda a simplificação das regulamentações atualmente asfixiantes, as quais impossibilitam que proprietários de pequenas e médias empresas de transporte possam competir com as gigantes do setor. Também é digno de destaque que a diminuição da atual carga tributária poderia ajudar a reduzir consideravelmente os atuais valores cobrados.

Portanto, pelo exposto anteriormente, posicionamo-nos não apenas contra o aumento da passagem, como defendemos que somente uma mudança radical no atual modelo de gestão e na forma como o transporte coletivo é visto poderá definitivamente solucionar o sério problema que vivemos.

newlogo

Diretório Central de Estudantes da UFRGS (DCE/UFRGS)
Gestão 2014: DCE de Verdade

DCE lança Guia da Assistência Estudantil

Visando descomplicar, facilitar e informar os alunos da UFRGS, o DCE de Verdade lançou o Guia de Assistência Estudantil em formato virtual. Nele os alunos poderão obter informações simples e didáticas sobre os benefícios e auxílios oferecidos pela Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (PRAE), bem como as diversas bolsas.

Atualmente diversos estudantes poderiam receber o auxílio se tivessem maiores informações de como fazê-lo, mas deixam de recebê-lo por falta de informações claras e precisas. Assim, completando o já existente Guia do Aluno, disponível em nosso site (clique aqui), criamos o Guia da Assistência Estudantil (clique aqui).

Em breve o grupo DCE de Verdade lançará outro guia em formato virtual, agora dedicado a descomplicar a mobilidade acadêmica (intercâmbios) de nossa Universidade.

Clique aqui e veja todos os guias/manuais/ tutoriais disponíveis no site do DCE de Verdade.

UFRGS Model United Nations (UFRGSMUN)

Curso de Extensão UFRGS Model United Nations (UFRGSMUN)

Seu objetivo é apresentar noções sobre simulações das Nações Unidas e sua relação com o ensino e aprendizagem sobre Política Internacional, História, Direito Internacional, Economia, Meio Ambiente, Direitos Humanos e outras áreas afins. A ideia é também preparar e capacitar os estudantes a atuarem em simulações da ONU e de outras organizações internacionais, a exemplo do próprio UFRGSMUN, que ocorrerá dos dias 31/10 a 04/11.

O curso ocorre aos sábados de manhã, no Salão Nobre da Faculdade de Direito, e é composto de oito encontros: quatro palestras, um painel com modeleiros experientes e três mini-simulações. Seu início é em 12/04 e o término no dia 07/06.

As inscrições podem ser feitas pelo email: ufrgsmun@ufrgs.br

UFRGSMUN

DCE vai à Câmara de Vereadores em busca de mais apoio ao esporte

Texto originalmente retirado do site da Câmara de Vereadores, publicação original: clique aqui.

A falta de espaços esportivos na Universidade Federal do Rio Grande do Sul motivou a reunião da Comissão de Educação, Cultura, Esportes e Juventude (Cece) da Câmara Municipal de Porto Alegre na manhã desta terça-feira (1º/4). O presidente do Diretório Central de Estudantes (DCE) da UFRGS Lucas Herbert Jones, e o presidente da Associação Atlética da Escola de Engenharia, Bernardo Bortoluzzi, destacaram a importância dos locais para treinar e praticar atividades físicas. “O esporte ajuda na integração, na disciplina e na permanência do aluno, e não precisamos de grandes estádios”, disse Lucas. “Hoje temos só a ESEF, com um campo muito bonito, mas apenas duas quadras, onde podemos treinar somente nos fins de semana”, afirmou Bernardo.

Os líderes estudantis informaram que a demanda por espaços de treinamento esportivo existe há muito tempo na UFRGS. “Temos milhares de alunos, mas estamos sempre em busca de quadras e material”, disse Bernardo. Lucas e Bernardo ressaltaram que, além de evitar a evasão e ajudar na saúde, na disciplina e no entrosamento dos alunos, a possibilidade de treinar pode favorecer o surgimento de atletas com potencial para participar até de grandes competições nacionais e internacionais.

Como lembrou Bernardo, o movimento das Atléticas, que o DCE busca fortalecer na UFRGS, surgiu nos Estados Unidos e chegou ao Brasil há cerca de 15 anos, sendo hoje forte em São Paulo e Paraná, de onde saem atletas capazes de ir para as Olimpíadas. Conforme Bernardo, a Liga das Atléticas da UFRGS atualmente congrega alunos de cursos como Engenharia, Direito, Administração, Agronomia, Comunicação Social e Educação Física, que praticam 11 modalidades de quadra e individuais.

Promessas de ajuda

O gerente de Eventos da Secretaria Municipal de Esportes (SME), Ricardo Vieira Proença, prometeu conversar com o secretário da pasta para tentar ajudar os estudantes da Ufrgs. “Mesmo que nosso foco seja o esporte comunitário, pensamos que a ideia das Atléticas passa pelo esporte educacional”, disse. Segundo ele, as demandas são muito grandes, mas há espaços ociosos e subutilizados em alguns horários, inclusive no Tesourinha e no Ararigboia, que, “de repente, poderiam ser utilizados”. Proença ainda sugeriu que os universitários se inscrevam nos campeonatos promovidos pela SME.

O secretário-adjunto da Secretaria Municipal da Juventude (SMJ), Arthur Luís da Veiga, colocou à disposição das Atléticas da Ufrgs a utilização “de pronto” do Centro Esportivo e Cultural do Bairro Bom Jesus. Segundo ele, esse “belíssimo espaço” não é ocupado por preconceito. “As pessoas têm muita dificuldade de conviver com a dura realidade daquela região”, disse. Em contrapartida, Veiga pediu aos estudantes que, no turno inverso ao treino, possam ajudar na recreação com as crianças do bairro. “Essa é uma contrapartida que fará muita diferença na vida de vocês e daquelas crianças”, observou. O secretário-adjunto também garantiu que tratará com o titular da SMJ da possibilidade de liberar horários no Tesourinha.

O diretor do Centro Estadual de Treinamento Esportivo (Cete), Júlio César de Souza Gonçalves, o Tóvi, colocou o espaço à disposição dos estudantes da Ufrgs. “Inclusive temos professores para treinar”, acrescentou. “O Cete está de portas abertas.” Tóvi lamentou que o esporte viva em dificuldades, apesar de sua importância na educação, na saúde e na disciplina, entre tantas áreas da vida. “O esporte traz motivação escolar, não é só uma prática recreativa”, frisou. “Por isso está de parabéns a gurizada da UFRGS.”

Encaminhamentos

O presidente da Cece, vereador João Derly (PCdoB), definiu o pedido dos universitários como “muito justo”. Disse que o Centro Bom Jesus é “muito bom”, assim como o Cete, e garantiu que a comissão irá se empenhar para ajudar a liberar horários no Tesourinha. Na sua opinião, a reunião teve bons encaminhamentos. Derly anunciou ainda que tratará do assunto com o secretário estadual de Esportes, que não pôde comparecer à reunião de hoje. “Estamos nessa luta com vocês. Acredito que demos um bom start com essa reunião”, comemorou. Também compareceram à reunião o vereador Kevin Krieger (PP) e Francisco Xavier, do Conselho Estadual de Esportes.

Texto: Claudete Barcellos (reg. prof. 6481)
Edição:
 Marco Aurélio Marocco (reg. prof. 6062)

533abc596a9657Bernardo Bortoluzzi, Vice-Presidente do DCE/UFRGS

Algumas realizações do DCE de Verdade até o momento

O QUE JÁ FIZEMOS POR UMA UFRGS MELHOR

SEDES E INFRAESTRUTURA

  • Limpeza das 3 sedes do DCE;
  • Abertura diária das 3 sedes, especialmente a do Vale, que permaneceu fechada durante muito tempo;
  • Reforma do piso da Sede Centro;
  • Instalação de espelhos na Sede Centro para a prática de dança de salão;
  • Novos computadores na Sede Centro.

SERVIÇOS

  • Confecção do Cartão TRI nas 3 sedes do DCE, facilitando a vida dos alunos do Vale, que agora podem fazer o TRI em seu campus, sem ter de ir até o centro;
  • Instalação de máquina de xerox nas 3 sedes do DCE;
  • Mais bolsistas contratados, permitindo que o DCE ofereça mais serviços e fique aberto à comunidade por mais tempo.

INOVAÇÃO

  • Parceria com a ABRH Estágios;
  • Criação de site informativo (dcedeverdade.org) e página no facebook (fb.com/dceufrgs.14), com publicação de notas oficiais, editais de convocação, notícias e divulgação de eventos acadêmicos, dando mais transparência aos trabalhos da gestão;
  • Criação de guias virtuais disponibilizados no site da entidade para auxiliar os alunos em suas dúvidas frequentes;
  • Criação do canal uservoice (https://dceufrgs.uservoice.com), que permite o envio de sugestões e esclarecimento de dúvidas de forma rápida e simples;
  • Também está em processo de criação um Fórum Virtual, o qual permitirá a realização de assembleias virtuais com um elevado número de participantes, maximizando a participação discente nas decisões da entidade.

DESPORTO E CULTURA

  • Criação do Espaço Cultural do DCE, que atualmente utiliza a Sede Centro da entidade para aulas de dança e teatro a preços acessíveis, inclusive com aulas gratuitas de tango;
  • Organizamos os estudantes da FABICO para a criação da Atlética da FABICO;
  • Criação da Atlética do Direito e apoio à sua gestão eleita;
  • A Diretoria Executiva do DCE/UFRGS esteve reunida com os órgãos competentes, especialmente as secretarias municipal e estadual de esportes, para buscar auxílio às atléticas da UFRGS e realização de eventos desportivos.

RELAÇÃO COM DIRETÓRIOS E CENTROS ACADÊMICOS

  • Confecção do TRI a preço de custo para Diretórios e Centros Acadêmicos parceiros;
  • Reunião com a maioria dos diretórios da UFRGS para buscar sugestões e objetivos em comum.

PROPOSTA DE NOVO ESTATUTO

  • A Diretoria Executiva elaborou uma proposta de Estatuto Social para adequar o Estatuto de 2000 às exigências do novo Código Civil, o DCE realizou uma série de assembleias presenciais, abertas a todos os estudantes, para ouvir possíveis sugestões. A proposta final será aprovada em assembleia virtual a ser realizada via Fórum Virtual.
  • A proposta de Estatuto obrigará a Diretoria Executiva a prestar contas de forma detalhada e as eleições passarão a ser realizadas pelo Portal do Aluno (internet), garantindo mais transparência e participação. Além disso, o novo estatuto permitirá assembleias virtuais e irá impor responsabilidade financeira à Diretoria Executiva, sob pena de devolução dos recursos arrecadados;
  • Com o novo Estatuto o DCE poderá captar recursos de forma mais eficiente, o que permitirá mais avanços nas obras de melhoria das sedes e desenvolvimento de projetos.

REPRESENTAÇÃO DISCENTE

  • O grupo DCE de Verdade é, dentre todas as chapas que conquistaram vagas nos órgãos colegiados da UFRGS, o grupo com maior presença nas reuniões. Os representantes discentes do DCE de Verdade têm lutado por melhorias na UFRGS e já apresentaram diversos projetos;
  • Apresentamos a Proposta de Uso do Nome Social de Transgêneros (clique aqui para saber mais) nos documentos internos da UFRGS;
  • O CONSUN determinou a constituição de uma Comissão Especial para analisar a proposta de uso do nome social elaborada pelo grupo DCE de Verdade;
  • Além disso, a Proposta de Regulamentação da Representação Discente está a ser elaborada por nossos representantes discentes. Se aprovada, tal proposta garantirá eleições pelo Portal do Aluno para os representantes discentes nos órgãos colegiados das unidades, além de mais transparência e segurança do processo eleitoral.

SUCO NO RESTAURANTE UNIVERSITÁRIO

  • O retorno do suco no RU foi uma das principais bandeiras de campanha do grupo DCE de Verdade, o qual já elaborou um projeto de rateio de suco nos restaurantes universitários da UFRGS e contatou empresas privadas do setor. Além disso, o grupo tem dialogado com a Reitoria visando a materialização desse projeto. A proposta do DCE de Verdade poderá, ainda esse ano, ser implementada. O DCE de Verdade esforçar-se-á para reconquistar o suco nos RUs.

newlogo

XX Congresso de Antropologia Iberoamericana

O corpo, o espaço e a cultura na era das expectativas expandidas. Este é o tema do congresso internacional que a Universidade Federal do Rio Grande do Sul e a Universidade de Salamanca (Espanha) realizam de 7 a 9 de abril. Sob a coordenação dos professores Kathrin Rosenfield (UFRGS) e Angel Espina Barrio e Mario Helio Gomes (USAL).

No Salão Nobre da Faculdade de Direito da UFRGS, pesquisadores e professores de diversas instituições brasileiras e estrangeiras discutem algumas das questões mais instigantes da atualidade sob perspectiva multidisciplinar. O evento é a vigésima edição do Congresso de Antropologia Iberoamericana, fundado e mantido pelo professor Angel Espina Barrio, diretor do mestrado e doutorado de antropologia da Universidade de Salamanca.

O congresso se destaca entre os encontros acadêmicos no âmbito ibero-americano, não somente por sua longa história (com a promoção ininterrupta há quase vinte anos), mas por ser dos mais abertos e inclusivos. Parece levar ao pé da letra a tão falada e pouco praticada interdisciplinaridade. E embora seja um congresso de uma universidade espanhola entende o seu sentido ibero-americano também à risca, daí haver saído do tradicional campus salmantino e aportado em Porto Alegre (como antes já o fizera também na Colômbia, no México e no Brasil, a primeira vez foi quando de sua realização no Recife em 2008).

Sob o tema muito amplo como corpo, espaço e cultura, diversas áreas do conhecimento se congregam, muito além da antropologia. Filosofia, direito, patrimônio, urbanismo, medicina, práticas esportivas e outros. E não só como exercício teórico, mas prático, pois essa é a dimensão da antropologia aplicada.

Daí que a “era das expectativas expandidas” seja o ponto de convergência do congresso. Trata-se de um dos problemas mais urgentes da atualidade. As mudanças proporcionadas pelo aumento da longevidade lançam também novos desafios à sociedade. Tido por muito tempo como um país essencialmente de jovens, o Brasil pouco se preparou para enfrentar as “expectativas expandidas” de uma velhice cada vez mais ativa. Um grande desafio para os responsáveis pelas políticas públicas, mas não só: uma responsabilidade (e uma preocupação) também de cada indivíduo.

Onde: Salão Nobre da Faculdade de Direito da UFRGS

Quando: 7 a 9 de abril

Site oficial do evento: http://antropologiadeiberoamerica.com/

congresso